DESTAQUE > ENTREVISTA MARCOS DOMINGUES FERREIRA

Parede de concreto na Rodobens Negócios Imobiliários

 

Perfil da Rodobens Negócios Imobiliários

Fundada há 21 anos, a Rodobens Negócios Imobiliários, a primeira incorporadora do País em desenvolvimento sustentável* e uma das maiores construtoras do Brasil**, atua em todo o território nacional com empreendimentos nos segmentos Popular (até R$ 100 mil), Supereconômico(até R$ 200 mil) e Econômico (a partir de R$ 200 mil). Iniciou, em julho de 2012, a atuação em dois novos segmentos, com as empresas Rodobens Malls, com o objetivo de explorar áreas por meio do desenvolvimento de centros comerciais, e a Rodobens Urbanismo, que tem,  como foco, o desenvolvimento de grandes áreas destinadas a loteamentos.
A Rodobens  Negócios Imobiliários, empresa com capital aberto desde Janeiro de 2007, lançou, desde a sua fundação, 161 empreendimentos, em 55 cidades de 12 estados brasileiros (SP, MG, RJ, PR, RS, CE, MT, MS, SC, PA, BA e GO), com mais de 60 mil unidades e 4,3 milhões de m².

Construir com agilidade, eficiência e sem desperdícios de materiais ou agressão ao meio ambiente foram os pilares que definiram o processo construtivo “parede de concreto” utilizado pela Rodobens Negócios Imobiliários em seus empreendimentos no país.

A Rodobens Negócios Imobiliários faz parte das Empresas Rodobens, corporação com tradição de mais de 60 anos no mercado, que atua com destaque e pioneirismo no Brasil e na Argentina, com forte atuação nos setores automotivo, financeiro e imobiliário e, atualmente, um dos 100 maiores grupos empresariais do País (Ranking Melhores e Maiores da Revista Exame- Edição 2011, publicado em 2012).
*Segmento construção e engenharia – ranking Anuário Valor 1000 – 2012

 

** Conforme o Ranking ITC 2011 – As 100 Maiores da Construção, editado pela ITC, e na classificação final do segmento construção e engenharia  do Anuário Valor 1000 – 2012.

 

 

A Rodobens Negócios Imobiliários foi uma das primeiras construtoras a utilizar o sistema paredes de concreto em seus empreendimentos. Nesta entrevista exclusiva, o engenheiro Marcos Domingues Ferreira, diretor de Planejamento, Projetos e Orçamentos da Rodobens Negócios Imobiliários, profissional que acompanhou desde o início a implantação e operação deste processo, conta um pouco desta experiência.

 

Fale um pouco sobre o processo de implantação do sistema parede de concreto.

A Rodobens Negócios Imobiliários foi precursora, no Brasil, na utilização do sistema construtivo de Parede de Concreto, tendo iniciado a utilização a partir do processo de abertura de capital.

 

Escolhemos trabalhar com este sistema, pois precisávamos de um diferencial em relação às outras empresas do segmento e garantia de fornecimento de material e mão de obra de qualidade nas várias regiões do Brasil onde atuamos, o que não seria possível por meio da utilização do sistema de construção convencional. Com o sistema construtivo de paredes de concreto temos o fornecimento do concreto em todas as praças de atuação e treinamos mão de obra sem qualificação, ensinando a montarem formas aos contratados.

 

O Processo Construtivo da Rodobens Negócios Imobiliários garante agilidade, eficiência e preservação ambiental. A tecnologia, aplicada em empreendimentos horizontais e verticais, consiste na execução de fundações tipo radier e de paredes em concreto fluido, num processo de alta velocidade e ausência de desperdício ou agressão ao meio ambiente.  O modelo prevê a aplicação do concreto em formas plástico, metálica e alumínio, resultando em paredes já prontas  para pintura e acabamentos finais, sem a necessidade de reboco e entulhos. Estas paredes, conforme testes realizados pelo IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas da Universidade de São Paulo, também oferecem resistência e isolamento térmico e acústico, gerando mais conforto aos moradores.

 

 

 

Como foi o processo de implantação desta tecnologia na empresa?

Foi difícil, pois não tínhamos no Brasil fornecedores de formas, materiais elétricos e hidráulicos adequados para o sistema construtivo, além da ausência de normas brasileira vigente. Assim, tivemos que quebrar vários paradigmas.

 

Quais as dificuldades enfrentadas na adoção do sistema, no início do processo?

Primeiro tivemos que fazer todas as analises no IPT de conforto térmico e acústico. Desenvolver traço adequado, pois o concreto não podia ser vibrado, tinha que ser fluido e atender o conforto térmico. Depois de passar por todas as análises, tivemos que desenvolver fornecedores de materiais e mão de obra, pois, na época, não tínhamos fornecedores, existindo apenas os de forma plástica no Brasil, por isso que trabalhamos com este tipo de forma por longo período. Posteriormente, começamos a importar formas de alumínio. Atualmente, trabalhamos somente com formas de alumínio.

 

Alguma restrição da área comercial e de incorporação da empresa pela escolha do sistema?

Não, pois fizemos um trabalho em conjunto com todas as áreas da companhia e todos compartilham da mesma idéia.

 

Este sistema já está consolidado na sua empresa?

Totalmente. Acredito que somos a empresa que concretou  o maior número de unidades habitacionais no Brasil com este processo construtivo e vamos continuar atuando com essa tecnologia nos empreendimentos horizontais e verticais.

 

Que dicas você daria a uma empresa que pensa em utilizar o sistema, pela primeira vez?

Que façam uma análise criteriosa em relação aos investimentos para que possam verificar se os custos compensam e se terá repetição construtiva suficiente para arcar com o investimento inicial que justifique a implantação deste processo construtivo.

 

Vocês iniciaram a utilização deste sistema em empreendimentos horizontais com a tipologia de casas geminadas. Quantas unidades já foram concluídas neste modelo?

Aproximadamente 35 mil unidades.

 

 

Vocês têm algum indicador de pós-obra, das unidades já habitadas? Itens como desempenho térmico e desempenho acústico foram pontuados?

Sim. Fazemos acompanhamento por meio de pesquisas de satisfação interna e o resultado é muito bom.

 

A Rodobens Negócios Imobiliários fez um primeiro empreendimento vertical em São José do Rio Preto, utilizando este sistema em prédios de 7 pavimentos.  Qual foi o resultado obtido, na utilização do sistema Parede de Concreto?

Excelente. Aprimoramos alguns procedimentos e conseguimos dar mais velocidade para a obra, por exemplo, finalizamos uma torre de 7 pavimentos  com 62 unidades, depois da fundação concretada, em apenas 14 semanas. Conseguimos também uma grande redução de resíduos, fato que foi de encontro com os objetivos de sustentabilidade da companhia.

 

 

Você acha que a utilização em prédios altos, do sistema parede de concreto é uma tendência de mercado?

Eu não diria tendência, mas uma boa opção, onde também iremos atuar.

 

Como a você avalia a iniciativa de criação do Núcleo de Referência de Parede de Concreto?

Excelente, pois é um grupo que está voltado ao aprimoramento do sistema construtivo, sendo um facilitador para as empresas em conhecer mais essa tecnologia construtiva.

 

Marcos Domingues Ferreira é engenheiro Civil formado pela Faculdade de Engenharia Civil D. Pedro de são José do Rio Preto/SP, com 26 anos de experiência no setor de engenharia, responsável técnico da empresa, atuando sempre em cargos de Liderança. Atualmente, Ferreira atua na Rodobens Negócios Imobiliários como Diretor de Planejamento, Projetos e Orçamentos, respondendo também pelas áreas de Pós Obras e Suprimentos.

Marcos Domingues Ferreira

Diretor da Rodobens Negócios Imobiliários
Envie sua pergunta
Depois de ler a entrevista ao lado, caso você tenha alguma dúvida ou deseje algum esclarecimento sobre o tema tratado, escreva para nós.

As perguntas serão encaminhadas ao entrevistado e as respostas, publicadas em um prazo de 30 dias neste site.

Utilize o formulário abaixo: