DESTAQUE > Celso Spengler

Mudança de paradigma

 

A SBS Empreendimentos, empresa com sede na cidade de Campo Grande (MS) e desde 1996 com atuação também em Porto Velho (RO), optou por adotar o sistema construtivo parede de concreto em 2015, no empreendimento Green Park 2, em Porto Velho. Depois de executar a primeira torre em estrutura de concreto convencional, decidiu mudar o sistema construtivo do empreendimento na etapa de venda das quatro torres restantes. Para falar sobre essa decisão, o Núcleo de Referência Parede de Concreto convidou o engenheiro Celso Spengler, diretor executivo da SBS.

 

Engenheiro civil formado pela UnB (Universidade de Brasília) em 1972, Celso Spengler trabalhou em algumas empresas de porte em nível nacional como coordenador de obras e posteriormente atuou com empresa própria de pequeno porte em obras públicas. Nos últimos 20 anos dedicou-se à incorporação imobiliária em empreendimentos para clientes de média renda.

 

Fale um pouco da SBS Empreendimentos.

Celso SpenglerA SBS Empreendimentos Ltda. foi criada com o objetivo de incorporar e produzir habitações para clientes de renda média, inicialmente no sistema de autofinanciamento, semelhante ao processo de consórcio habitacional, uma vez que os agentes financeiros habitacionais quase não operavam no mercado. Hoje, a SBS opera com financiamento à produção, principalmente com a Caixa Econômica Federal.

 

Que motivos levaram a SBS a utilizar o sistema parede de concreto?

Celso Spengler O excesso de direitos trabalhistas, a baixa produtividade e o excesso de resíduos sólidos foram os principais motivos para a busca de sistemas mais racionalizados. Acabamos por optar pela parede de concreto em função de ser um sistema normatizado e de operação com menor quantidade de mão de obra, e que proporciona uma maior velocidade da construção, propiciando um melhor controle do prazo do cronograma e um melhor controle da qualidade.

 

Quais as características do empreendimento escolhido para implantação do sistema parede de concreto?

Celso Spengler O empreendimento escolhido é composto de cinco torres de sete pavimentos, com elevador e com 40 apartamentos por torre, na faixa de padrão médio.

 

Quais principais preocupações com a adoção de um sistema novo na SBS?

Celso Spengler Nossos produtos, mesmo no sistema convencional, sempre foram baseados no tripé custo, prazo e qualidade. Na mudança de sistema, nossa preocupação foi com a gestão dos processos para atingirmos os principais objetivos do nosso tripé.

 

Que medidas foram tomadas para minimizar os riscos de insucesso nesta implantação?

Celso Spengler Contratamos uma empresa de consultoria, a Signo Engenharia, para nos moldar nessa nova filosofia de trabalho e capacitação dos principais envolvidos no processo.

 

A Torre 2 em parede de concreto foi concluída em junho de 2017. Quais os principais resultados obtidos?

Celso Spengler O foco no nosso tripé de custo, prazo e qualidade nos deixou em situação desconfortável, mas conseguimos um resultado razoável. Atribuímos esse desconforto ao fator aprendizado.

 

Como foi a aceitação da equipe técnica da SBS e dos parceiros locais na introdução de coisas novas no seu dia a dia?

Celso Spengler Esperávamos mais resistência e aconteceu o contrário. Toda a cadeia de produção sentiu orgulho da operação e do resultado final.

 

Na sua opinião, que pontos de atenção devem ser observados antes e durante a introdução do sistema?

Celso Spengler Uma das principais dicas é na concepção inicial do projeto, onde este deve conter todas as informações necessárias para os processos executivos e compatibilização de todos os projetos complementares, estrutural e arquitetura.

 

Na sua avaliação, valeu a pena?

Celso Spengler Sim, a obra é mais enxuta, tem-se uma maior velocidade na produção, redução da mão de obra e melhor otimização dos processos.

 

A SBS pretende multiplicar esta experiência? Algumas mudanças em novos empreendimentos?

Celso Spengler Sim, já está em andamento um novo projeto com paredes de concreto, em Campo Grande, sendo uma obra no padrão médio alto e que está com seus projetos em desenvolvimento na plataforma BIM.

 

Fale um pouco da participação da cadeia de serviços e materiais nesta experiência.

Celso Spengler Pelo fato de ter sido uma primeira obra no padrão médio em parede de concreto na região de Porto Velho, inicialmente tivemos um pouco de estranhamento pela novidade para os parceiros de serviços e fornecedores de materiais da região, mas obtivemos bons resultados no final.

 

Como você avalia o papel do Núcleo de Referência Parede de Concreto?

Celso Spengler A troca de experiência é sempre saudável e as possíveis patologias sempre podem ser evitadas. O Núcleo de Referência Parede de Concreto pode ser um catalisador visando melhorias contínuas.

 

Empresas membros do Núcleo de Referência Parede de Concreto que participaram desta experiência:

 

Engenheiro Celso Spengler, diretor executivo da SBS Empreendimentos, de Campo Grande (MS)
Envie sua pergunta
Depois de ler a entrevista ao lado, caso você tenha alguma dúvida ou deseje algum esclarecimento sobre o tema tratado, escreva para nós.

As perguntas serão encaminhadas ao entrevistado e as respostas, publicadas em um prazo de 30 dias neste site.

Utilize o formulário abaixo: