Parede de concreto: o caminho dos insumos

 

Por Cleverson Aislan Callera*

 

A Astra, como uma indústria que fornece material para a construção civil, tem em seu DNA a busca incessante por novos desenvolvimentos.  Essa postura não foi diferente com a chegada ao Brasil do processo construtivo Parede de Concreto, que já era conhecido em outros países. Especialistas da Astra tiveram a oportunidade de visitar várias feiras internacionais, inclusive a maior feira de concreto do mundo, a WOC, dos Estados Unidos, e lá observaram essa tecnologia sendo desenvolvida.

 

Outro país que acompanhamos de perto foi a Colômbia, onde vimos o processo construtivo imperar. Com esse conhecimento, iniciamos o desenvolvimento de alguns acessórios para subsistemas construtivos, como: instalações hidráulicas, elétricas, vedações e acabamentos.

 

A Astra possui um departamento de engenharia de desenvolvimento que trabalha com uma única finalidade: buscar novas soluções, apesar de já contar com uma extensa linha de produtos para o sistema. Esses produtos são: kits hidráulicos industrializados, kits elétricos industrializados, esquadrias de alumínio e painéis para shafts, carenagens, sancas e outros itens de acabamento.

 

kits industrializados

Para atender especificamente ao segmento de construção de edificações, dispomos de uma equipe multiespecializada, já que estamos nos referindo a projetos únicos, que demandam soluções exclusivas.

 

No caso dos kits hidráulicos e elétricos industrializados, recebemos dos nossos clientes (construtoras e instaladoras) projetos convencionais, que eram executados de forma que os produtos entravam na obra peça por peça. Cada item ia para um almoxarifado, sendo requisitado diariamente e subindo para cada unidade. De forma artesanal, ou seja, dependendo muito da habilidade de quem executava as instalações.

 

A partir desses projetos convencionais, começamos a estudar e transformar os itens em kits, que podem ofertar ao cliente os sistemas (hidráulico e/ou elétrico) montados, testados e com garantia de fábrica, reduzindo imensamente o risco de erro e o tempo de montagem.

 

Ao receber os projetos, executamos uma reengenharia, em que aplicamos todas as soluções de itens para que aquele sistema se torne o mais industrializado possível, para ser minimamente dependente de processos artesanais de montagem na obra.

 

Apresentamos também um orçamento detalhado, com desenhos para entendimento do processo. Se houver a aceitação e a adoção do sistema, vem a parte mais importante: a validação.

 

 

Validação do cliente

A validação tem por objetivo tirar todas as dúvidas do cliente in loco. Uma equipe se desloca até a obra para fazer a montagem de uma unidade modelo, sanando as dúvidas que o papel (projeto) poderia trazer. Essa validação também serve para o treinamento da equipe que irá seguir com a instalação dos kits.

 

Vencida esta etapa, a equipe da construtora / instaladora que acompanhou a instalação assina um as built, que deverá conter todas as dimensões e medidas efetivamente montadas in loco. Esse as builtvolta para a fábrica, faz-se uma revisão de orçamento (em nosso histórico, a diferença orçada inicialmente e validada nunca ultrapassa 3%), e apresenta-se essa revisão ao cliente, que o aprova para o sistema entrar em linha de produção.

 

A programação de entrega pode ser feita a partir de 15 dias da validação. Todos os kits são testados. Nos kits de hidráulica, realiza-se um teste de pressão para verificar toda a estanqueidade do sistema montado, enquanto nos kits de elétrica faz-se um teste de continuidade de corrente e curto circuito.

 

Esquadrias

No caso de esquadrias de alumínio, o contato inicial com o cliente tem como objetivo a captação das informações da obra, como número de pavimentos, dimensões de vãos, classe de ruído necessária, espessura de parede, cronograma e localidade da obra. A Astra consegue personalizar as esquadrias de acordo com a necessidade do cliente, por isso é de suma importância saber o que ele precisa.

 

As esquadrias de alumínio precisam atender à norma de produto ABNT NBR 10.821, que contempla o desempenho do produto referente a estanqueidade, resistência a esforços de ventos, uso e manuseio dos usuários; e à Norma de Desempenho (ABNT NBR 15.575), que contempla desempenho acústico e vida útil de projeto (VUP). Para o produto atender a todos os pontos técnicos, é importante que nossa equipe capte as informações básicas necessárias, já que desenvolvemos uma esquadria específica para cada caso.

 

No projetos de esquadrias de alumínio é possível personalizar: método de instalação (contramarco, chumbamento e parafusamento), pintura ou anodização, cor, tipo de vidro, perfis de reforço, desempenho de acústica e tipo de embalagem. No processo Parede de Concreto, o sistema de instalação mais vantajoso é por parafusamento, que agilidade e praticidade de instalação, pois a esquadria é fornecida sob medida com uma folga de 3 a 5mm.

 

É importante ressaltar que todo o trabalho é desenvolvido dentro de um cronograma. Caso necessário, entregaremos somente o material indispensável para a instalação, abrindo mão da necessidade de estoque de material na obra.

 

Suporte técnico

Além do trabalho de engenharia, a Astra oferece suporte técnico para a equipe de obra. Isso inclui o treinamento da mão de obra para instalação e boas práticas com as esquadrias de alumínio, bem como revisão e serviço, garantindo que a esquadria chegue em perfeito estado ao usuário final.

 

No caso de acabamentos, como painéis para shafts visitáveis, carenagens e sancas ─ todos produtos fabricados em resinas plásticas ─, há mais de mil opções, além da facilidade para o desenvolvimento de novos modelos sob demanda.

 

* Cleverson Aislan Callera é engenheiro civil, formado pela Universidade São Francisco, com MBA em Gestão de Novos Negócios pela Fundação Vanzolini. Atua no mercado da construção civil há 20 anos, com amplo envolvimento com novas tecnologias. É coordenador Nacional de Vendas Técnicas da Astra – empresa membro do Núcleo Parede de Concreto.

 

Cleverson Aislan Callera